Torá em Português

Old Hebrew Prayer Book

Parashat Behaalotchá

Vinho Velho

Tradução de español: David Abreu

A paciência de Moshe com seu povo estava chegando ao fim.

E o Eterno disse a Moshe: "Reúna-me setenta homens dos anciãos de Israel, dos quais você sabe que são os anciãos do povo e seus magistrados ... e eles carregarão com você o fardo do povo, e você não carregue-o sozinho "(BeMidvar 11, 16-17).

Assim, Moshe reúne setenta sábios que o acompanharão na tarefa de liderar os destinos do povo de Israel. Essa assembléia bíblica forma a base do antigo Sinédrio, que contava com setenta e um membros.
...
O Talmud, referindo-se à palavra "zaken" (velho), afirma que "O" velho " é o " sábio "(Kiddushin 32b).

O Talmud não está dando uma definição linguística aqui, nem afirma que a palavra "Ancião" e a palavra "Sábio" sejam sinônimos. Idade nem sempre se torna sabedoria.

O escritor argentino Alejandro Dolina diz com seu estilo particular que você pode ser um perfeito idiota em qualquer idade ... Sábio, não.

Um jovem pode ser inteligente e ter um QI alto; mas a sabedoria é como um bom vinho ... leva tempo! Você não pode ser sábio na juventude.

“Diante dos cabelos grisalhos você vai se levantar, e honrar o rosto do velho” (VaIkrá 19, 32), diz a Torá. No mundo contemporâneo, a velhice perdeu muito do "prestígio" de que gozava no antigo Israel.

Em nossos dias, um novo termo foi cunhado: edaismo. Em tempos em que a juventude eterna é adorada, quando as cirurgias cosméticas não deixaram nenhum canto do corpo sem supervisão, a discriminação contra os velhos é aceita com triste indiferença.

A mera segregação de uma pessoa pela cor da pele, religião ou orientação social vai gerar - com razão - uma onda de rejeição social. Este não é o caso da discriminação contra os idosos. Milhões de pessoas no mundo sentem que as portas do mercado de trabalho estão fechadas aos quarenta anos! e suspiram resignados dizendo: "Quem vai me contratar na minha idade?" O que pensarão os que estão na casa dos setenta?

Ouso dizer que o Ocidente deu passos gigantescos para a erradicação de todos os tipos de segregação, embora ainda haja um longo caminho a percorrer. Não estou falando apenas sobre discriminação religiosa, racial ou sexual. Vivemos em um mundo onde os surdos podem assistir televisão através da linguagem de sinais e onde os cegos podem atravessar a rua e "ver" o vermelho do semáforo por meio de um bipe. Banheiros em restaurantes, hotéis e instalações públicas estão começando a ser adequados para pessoas com deficiência e as rampas estão substituindo lentamente as escadas. A única área onde a humanidade está regredindo é na área da velhice. A discriminação por idade é cada vez mais tolerada e justificada.
....
Um piloto de avião com 10.000 horas de vôo será considerado um especialista. Sabe-se que ele voou pelos céus diligentemente, por entre tempestades e nuvens ameaçadoras. Todos nós queremos que o leme esteja em suas mãos.

Porém, uma aeronave com 10.000 horas de vôo será considerada expirada. Ninguém iria subir nele. Seu destino é o ferro-velho.

A sabedoria da velhice se assemelha à idade dos pilotos, não aos aviões.

Em Pirkei Avot (4, 26), há uma seção muito interessante que aborda a questão da velhice.

Rabbi Yosi ben Yehuda, um homem de Kfar HaBablí, diz:

O que é aquele que aprende com as crianças?

Quem come uvas verdes e bebe vinho de sua prensa.

E aquele que aprende com o velho, como é?

Quem come uvas maduras e bebe vinho velho.

O Rabino discorda do Rabino Yosi ben Yehuda: não olhe para o recipiente, mas para o seu conteúdo. Existem recipientes antigos nos quais não há nem mesmo (vinho novo).

O rabino diz a mishná em hebraico, o mesmo que Dolina diz com sua agora clássica linguagem suburbana. A velhice nem sempre se transforma em sabedoria. Você pode ser um idiota em qualquer idade. No entanto, o Rabino Iosi diz que "vinho velho" só pode ser bebido dos velhos.

A sabedoria leva anos.