Torá em Português

Parashat Lech Lecha

Uma Ponte Entre Dois Mundos

Tradução de español: David Abreu

Ser Sofer Stam (uma pessoa que reproduz o livro da Torá) requer muita atenção e concentração.

Existem duas letras, entre muitas outras, que podem deixar um Sofer Stam sem dormir: lamed e Kaf sofit (a letra Kaf no final da palavra).

Se a letra não for desenhada com cuidado, e seu pescoço –no caso do lamed - ou sua perna –no caso do Kaf- forem mais longos do que o necessário, a letra pode invadir a linha acima ou a linha abaixo tocando outra letra e invalidando o Sefer Torá.

O lamed e o kaf. Aquele com o pescoço voltado para o céu; a outra, com as pernas abaixadas, no chão.

A parashá desta semana tem o nome de Lech Lecha.

Lamed-Kaf; Lamed-Kaf.

Essas duas letras, a mais próxima do céu e uma das mais próximas da terra, dão um nome duplo à Parashá desta semana.

Ponte entre dois mundos, entre o céu que arranha o lamed e a terra em que se apoia o Kaf, Abraão obedece à ordem divina e aos setenta e cinco anos deixa o seu lugar, os seus familiares e a casa do pai.

Como uma ponte entre o céu e a terra, Abraão lutará a partir de então para que a mensagem celestial se espalhe sobre a terra e para que a vida terrena contenha uma porção do céu.

Não é por acaso que D'us promete a Abraão uma descendência abundante como a poeira da terra e como as estrelas no céu. Entre esses dois mundos, Abraão partiu ao chamado de D'us.

Mas por que D'us diz a ele Abraham Lech Lecha (Vá por você mesmo)?

Não bastava dizer a ele Lech (Vá)?

Lech Lechá significa “Vá para dentro de você” ou “Vá para o seu interior”.

D'us quer dizer a Abraão que não há outra maneira de unir o céu e a terra do que visitando o universo interior. Uma jornada possivelmente mais longa do que a jornada entre a pátria de Abraão e a Terra Prometida.

Quando depois do dilúvio o homem começou a se multiplicar na face da terra, ele quis chegar ao céu, através da conhecida Torre de Babel.

Ingênuos, os homens pensavam que o caminho para alcançar os céus e uni-los a terra era crescer para cima. D'us, nesta Parasha, ensina a Abraão - e por meio dele a nós - que a melhor maneira de unir os céus e a terra é crescer para dentro.