Torá em Português

Parashat Vaiechi

Tá frio lá fora

Tradução de español: David Abreu

Uma questão que muitas vezes preocupa os pais é como gerar anticorpos em nossos filhos para que possam manter os valores cultivados em casa, sem serem ameaçados pelos nocivos "valores" produtos da sociedade que os cerca.

E não estou falando apenas sobre aspectos da identidade judaica. Essa questão também é relevante quando pensamos em questões como fumo, álcool ou drogas.

Quanta influência terá os pais na educação do filho? Quanto eles serão influenciados por seus pares?

Na Parasha desta semana, encontramos essa tensão sugerida. Nosso patriarca Yaakov (Jacó) sabe que seus dias estão contados e chama seus doze filhos para abençoá-los.

No entanto, em primeiro lugar, Yaakov abençoa seus dois netos, Ephraim e Menashe. “E ele os abençoou naquele dia dizendo: Em seu nome eles abençoarão os filhos de Israel, dizendo: D'us te faça como Efraim e Menashe!” (Bereshit 48, 20).

Ao longo das gerações, esse versículo moldou o "Birkat HaBanim", a bênção que os pais dizem sobre seus filhos no Shabat e na véspera do Yom HaKipurim. A questão é por que essa bênção é realizada por Efraim e Menashe. Por que eles foram "recompensados" com esta honra? Por que não abençoar: "Te faça D'us ser como Abraão, Yitzchak e Yaakov", da mesma forma que as filhas são abençoadas "Te faça D'us ser como Sara, Rivka, Raquel e Lia"?

O Rabino Shmuel Hominer Z "L nos dá uma resposta a esta pergunta em seu livro" Eved HaMelech":

De todas as tribos, apenas Efraim e Menashe nasceram e foram criados na impureza egípcia. Em sua casa - como é costume na casa de todo vice-rei - sempre entravam ministros e mágicos egípcios.

Lá - em uma terra não judia, longe da Terra sagrada de Israel - eles moraram por longos anos. O mesmo não aconteceu com as dez tribos restantes. Eles cresceram e foram educados na casa de Yaakov Avinu; seu espírito estava sobre eles.

Apesar disso, quando Yaakov chegou ao Egito, ele viu que Efraim e Menashe não perseguiam a impureza do lugar, e eles não aprenderam os usos e costumes daquela nação. Pelo contrário, ele viu que eles foram criados e educados aos pés de José em uma atmosfera de Torá e temor ao Céu, a ponto de serem elegíveis para serem contados dentro das doze tribos sagradas de D'us.

As palavras do Rabino Shmuel Hominer são extremamente relevantes; sugere que essas duas crianças - entre todas as outras tribos - tinham maior probabilidade de escolher um caminho diferente de seus ancestrais. Por quanto tempo os valores de sua família podem ser defendidos em um ambiente tão ameaçador?


"D'us faça você ser como Ephraim e Menashe!" Não é uma apólice de seguro ... É uma oração do fundo do coração para que nossos filhos sigam nossos passos, porque está frio lá fora.