Torá em Português

Old Hebrew Prayer Book

Parashat Korach

Semear na vida

Tradução de español: David Abreu

Algum dia - por mais que nos machuque assumir isso - não pisaremos mais neste mundo. Permaneceremos vinculados aos laços da vida eterna e só restará de nós o nome bom ou mau que soubemos construir. A memória de nossa entrega a D'us e ao nosso próximo e o exemplo para aqueles que virão depois de nós permanecerão.

Somos, em suma, arquitetos da memória que deixaremos após a nossa partida; nem todos nós vamos deixar este mundo com o mesmo prestígio.

Como avaliar a partir de nossa fragilidade humana a fama de quem já não está aqui e sai deste mundo? Em que ponto podemos dizer: aquele foi um grande professor, aquele outro, um grande pai, um grande líder ou uma grande pessoa? Existem parâmetros ou critérios de avaliação?

É complicado. Mas a Parashat Korach nos convida a refletir sobre isso.

Quando a liderança da tribo de Levi foi questionada pelo povo, D'us disse: 'Fale aos filhos de Israel e tire deles uma vara para a casa de cada pai ... e o nome de Aarão, você escreverá na vara de Levi ... E será do homem que eu escolher, a sua vara florescerá '(17,17-20).

O sinal era para ser o florescimento da haste. A vara da tribo escolhida iria produzir flores, botões e frutos.

Porque? O que esta placa quer nos mostrar? A vara pode ter levantado vôo ou pode ter se transformado em ouro puro. Por que apenas dá flores?

Certa vez, fiz esta pergunta ao meu professor, Rabi Manes Kogan, e ele respondeu que D'us aprecia de uma forma muito especial aqueles que conseguem dar frutos, seja como líderes, como pais, como amigos.

As virtudes de um grande líder - por exemplo - geralmente são valorizadas após sua morte. A figura de Moshe - por exemplo - assume uma dimensão exata, quando o povo de Israel entende que pode sobreviver sem a sua presença.

Grandes líderes projetam estruturas que permanecem inabaláveis ​​após seu desaparecimento físico. Seus projetos nunca serão sustentados apenas por seu carisma e imagem. Moshe morrerá, mas as pessoas permanecerão vivas.

O mesmo acontece conosco. Podemos passar nossas vidas construindo apenas para nós mesmos, ou podemos criar estruturas e projetos de sonho que podem transcender nossa existência terrena ... e dar frutos.

Que D'us semeie esta semente de grandeza em nossos corações.